Passo a passo de como escolher o local perfeito para seu evento

Não é novidade para ninguém a importância de se escolher bem o local para o seu evento, independentemente de qual ele seja. Não à toa, nós, do Espaço Lamartine, abrimos nosso espaço aqui, todos os meses, para trazer a vocês conteúdos de extrema relevância ao tema. Mas você já se questionou ou procurou por aí qual caminho seguir, em forma de passo a passo, para que essa escolha seja perfeita tanto para você, como para sua festa? Caso não, fique aqui e confira cada detalhe dessa importante missão, e caso sim, fique também – afinal, conhecimento e dicas valiosas nunca são demais, né?

ESCOLHA BEM A LOCALIZAÇÃO

E quando falamos de localização, queremos dizer que ela deve ser acessível para todos – ou pelo menos a maioria – dos seus convidados, para que eles não encontrem nenhum tipo de problema ou dificuldade para chegar e/ou encontrar o local. Em casos de haver uma cerimônia fora do salão de festas, também é super legal pensar na proximidade com o lugar onde ela vai acontecer, assim como nos destination wedding, por exemplo, que pedem por proximidade com pousadas e hotéis de referência na região.

CONHEÇA A INFRAESTRUTURA

É essencial não só entender, como conhecer o local que você vai escolher para ser o palco do seu evento. Por isso não poupe perguntas ao locatário sobre a infraestrutura do ambiente e tudo que pode (e também não pode!) ser feito nele, levando em conta o ambiente interno e o externo. Para casos de comemorações ao ar livre, não se esqueça de descobrir quais são as alternativas caso a previsão seja de chuva ou mau tempo.

Também é muito legal pensar na acessibilidade de convidados que possuem algum tipo de restrição, como por exemplo, mães e pais com carrinhos de bebê, idosos, pessoas em cadeiras de rodas, etc.

ENTENDA SUA PRIVACIDADE

Se o salão que está na sua mira realizar mais de um evento por dia, procure entender sobre a sua privacidade e como isso tudo funciona. Entenda os limites e horários disponíveis e, em especial, se isso alcança a privacidade que você procura – evitando, assim, possíveis confusões e conflitos entre os anfitriões e a casa. Afinal, como diz o ditado por aí, o seu direito termina onde o outro começa, não é?

PENSE NA LISTA DE CONVIDADOS

De nada adianta listar locais com capacidade de 200 pessoas se sua lista de convidados conta com 400. Esses salões devem sair da sua lista para te ajudar a escolher a opção ideal. Além disso, também vale estudar não só a capacidade máxima do local, como também a mínima, uma vez que muitos estabelecimentos não permitem a realização de eventos de pequeno porte. E fica aqui a dica de ouro: não inclua ou tire pessoas da sua lista apenas para se adaptar ao local. Ele quem deve se adaptar aos seus amigos e familiares, e não o contrário!

ATENÇÃO AOS EXTRAS!

Pensando racionalmente todo mundo acredita que nunca vai precisar de horas extras – mas no calor do momento, quando a festa está bombando e a animação e alegria estão a mil, você passa a pensar. Então que tal se precaver para situações assim? Informe-se, então, sobre essa cobrança extra não só no aluguel do salão, como também de outros serviços, tais como bufê, openbar, dj, som e iluminação. Às vezes, incluindo tudo no contrato inicial, você consegue economizar no orçamento.

Falando em extras, também é indicando conversar com a casa de festas e entender quais são os serviços oferecidos por ela – tais como decoração, segurança, manobrista, etc –, assim como aqueles que podem e não podem ser trazidos “de fora”.

LEIA BEM O CONTRATO

Por fim, mas não menos importante, quando o contrato for finalizado, não titubeie ao relê-lo quantas vezes forem necessárias, a fim de se certificar que tudo o que foi acordado está escrito ali. Atente-se para todas as cláusulas, especialmente às que demandam uma atenção especial, como a de cancelamento, alteração e serviços oferecidos e prestados. O combinado não sai caro, para ninguém, né?  

Gostou das dicas do Espaço Lamartine? Confira muito aqui por aqui!


Fotos: Reprodução da Internet