O que não pode faltar no seu casamento no inverno

Mal o inverno bateu à porta das casas brasileiras e já chegou dizendo que, em 2020, veio com tudo que tem direito: baixas temperaturas, pouca umidade no ar (deixando o clima um pouco mais seco) e, consequentemente, quase nada de chuva – uma ótima característica para quem quer casar ao ar livre, inclusive. Além do mais, por falar em casamentos, corre um boato no mercado de eventos sobre tal estação trazer também orçamentos mais em conta, uma vez que muitos noivos dão prioridade às outras três estações do ano.

Verdade ou mito, fato é que subir ao altar aqui no Brasil, do final de junho até o final de setembro, é tão lindo quanto subir nos outros meses do ano. E para te garantir que essa escolha pode ser a mais acertada possível – e que seu casamento não vai ser em nada diferente daqueles que acontecem durante o verão, primavera ou outono –, trazemos hoje uma relação das seis coisas que não podem faltar em um casamento no inverno. Quer ver só?

VESTIDO DE NOIVA QUENTINHO

Um dos preceitos do vestido de noiva é o conforto. E não existe nada mais confortável do que um bom e velho modelo que traga para a sua silhueta um tecido quente – em especial aqueles que são naturais e/ou mais encorpados – e capaz de aguentar as baixas temperaturas. Mangas longas e capas também são excelentes escolhas!

AMBIENTE CLIMATIZADO

Se você optar por um casamento no inverno, seja ele em um lindo jardim ou dentro de um salão – tais como os que existem no Espaço Lamartine –, é essencial prestar atenção no aquecimento desses locais. Para isso, você pode se certificar se a casa possui uma boa climatização ou, ainda, recursos que consigam manter a temperatura mais quente, como, por exemplo, aquecedores elétricos e até lareiras.

BEBIDAS QUENTES

Além do openbar tradicional, um casamento no inverno pede por opções que aqueçam também o paladar. Então a dica, aqui, é incluir alternativas como vinhos, whiskies, conhaques e claro: os tradicionais destilados, como vodka e cachaça.

COMIDAS QUENTES

Da mesma forma que existem pratos que combinam 100% com o verão e trazem o frescor necessário para um evento nessa estação, existe também aqueles que são os mais indicados para quando o clima começar a esfriar. Elas são escolhidas porque, por normalmente conterem bastante carboidratos, ajudam a manter a temperatura do corpo. Sendo assim, vale apostar em menus que incluam massas e risos, carnes de todos os tipos e claro: os tradicionais caldos, cremes e sopas.

Também não é preciso renunciar às sobremesas, uma vez que as tortas aquecidas, os chocolates (como o petit gateau) e as caldas quentes, a nível de exemplo, atingem perfeitamente os critérios citados acima.

ILHAS GASTRONÔMICAS PERSONALIZADAS

Se quiser (e puder) investir mais um pouco no menu do casamento, outra opção super legal são as ilhas gastronômicas personalizadas, que você pode adaptar para servir pratos que são a cara do inverno. Alguns exemplos que as noivas amam são as ilhas de sopas, caldos, cremes, risotos, pães, queijos, sanduíches, sobremesas, chocolates, cafés, licores e até chás.

LEMBRANÇAS QUE SÃO A CARA DO INVERNO

Quando falamos sobre lembranças para os convidados, claro que sempre lembrados dos clássicos bem-casados que podem ser distribuídos durante ou no fim da festa. Mas em um casamento no inverno, não se restrinja somente a isso! Afinal, há alternativas super bacanas (e principalmente funcionais) que costumam encantar os convidados, tais como as mantas e pashminas.

Gostou das dicas? Acompanhe muito mais aqui no blog do Espaço Lamartine!


Fotos: Reprodução da Internet